segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Oração de Natal

Senhor Jesus!
Agradecemos o teu Natal repleto de esperança e de luz que nos impele a sair de nós mesmos, ao encontro de companheiros em necessidades maiores que as nossas.
Agradecemos-te o pão que nos deste para repartir e o agasalho que nos enviaste para vestir os nossos irmãos expostos à noite.
Entretanto, comparecemos diante de ti rogando-te mais ainda...
Se nos permites, nós te pedimos socorro:
- para os corações desesperados;
- para os que se imobilizam no orgulho, perguntando se existes;
- para os que se cristalizam na sovinice, dando idéia de que trazem unicamente um cifrão por dentro da própria alma;
- para os que se entregam à violência, como se não tivessem de dar contas da selvageria com que arrasam a vida dos semelhantes;
- para os que se confiam às paixões descontroladas e envenenam corações sensíveis e afetuosos, para depois atirá-los nos despenhadeiros do descrédito e do suicídio;
- para os que se transviam na vaidade e se apresentam por donos da verdade com o objetivo de esmagar ou confundir os outros;
- para os que se enquistam no egoísmo da posse e se esquecem de que muitos companheiros de humanidade adoecem de fome, depois de lhes baterem inutilmente às portas do coração;
- para os que abusam da autoridade, pisando sobre a dor dos irmãos ainda fracos e necessitados;
- e para todos nós, Senhor, que te buscamos, de alma e coração, conscientes de Nossos próprios encargos, a fim de que não nos falte a força precisa para amar-nos uns aos outros, no serviço que nos confiaste, de modo que, realizando as tarefas de Hoje, possamos encontrar no tempo um amanhã mais feliz.
 
Do livro "Presença de Luz", Augusto Cezar (Espírito), Francisco C. Xavier (psicografia)

Nenhum comentário:

Postar um comentário