sábado, 28 de janeiro de 2012

Obesidade



Falaremos hoje sobre a obesidade, um dos males que afligem quase todos os homens e mulheres.

Em busca de um corpo de aparências, o ser humano se martiriza, se condena diante do espelho, se humilha e sente-se humilhado diante daqueles que possuem menos gordura.


A obesidade é, senão o maior, um dos maiores temores do homem quanto as mudanças de seu corpo. Puro e simples desleixo nosso que nos alimentamos mal e nos exercitamos pouco e por isso sofremos as consequências.

Ora, se então o problema é a alimentação e os exercícios, perdei pois a gula principalmente por alimentos fritos e gordurosos e praticai exercícios todos os dias com orientação de um médico.

Há também os casos em que a criança nasce com tendências a obesidade e o pior, em famílias onde pais e mães, irmãos já são obesos. Maior então é a provação uma vez que conviver entre pessoas de hábitos errados torna-se mais penoso ainda a mudança.

O que não podemos nunca fazer é entrarmos em depressão devido a esse problema, pois isso não resolve em nada a obesidade, somente causará mais sofrimento. Vi recentemente um blog onde uma garota obesa usava o termo para expressar sua revolta e criticava seu irmão por ser obeso também. Ainda usava sua revolta pela gordura para justificar sua conduta errada ao responder de forma malcriada a sua mãe que apenas lhe pedira para ir buscar o irmãozinho. Por agir com preguiça, isso lhe causara uma bronca, mas que de nada adiantara pois, apesar da bronca, a pobre menina insistia em se fazer de vítima como se nada tivesse feito errado.

Observemos aqui que se ela afastasse a ociosidade de perto e fosse fazer o mínimo esforço em ir buscar seu irmãozinho na escola, além de fazer o que a mãe queria e evitar uma briga, ainda conseguiria queimar algumas calorias. O preguiçoso paga 2 vezes pelo seu ato, pois deixa de cumprir suas obrigações e não pratica movimentos que podem lhe ajudar a queimar as calorias acumuladas.

Irmãos, esquecem de Jesus aqueles que vivem nos exessos da matéria, aqueles que comem sem controle, aqueles que abusam do que possuem. Os que nasceram com esse problema, precisam entender que o sacrifício de comer bolacha de água e sal e tomar água ao invés de uma refeição sadia não vai lhes auxiliar, pois não há nutrientes e vitaminas nesse tipo de alimentação e portanto, a busca pelo emagrecimento privando-se do alimento é uma agressão ao corpo. É preciso alimentar-se, mas de forma adequada, para isso existem médicos e nutricionistas especializados no assunto.

O homem tem por instinto a necessidade de conservação do corpo, porque sabe que quanto mais viver, mais aproveitará sua oportunidade de evolução.

Ninguém precisa ser modelo, tão pouco perfeito, mas todos devem manter um equilíbrio entre o que consome e o que gasta de energia no dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário