quarta-feira, 27 de junho de 2012

A Riqueza



  A riqueza é uma das mais difíceis provações que podemos enfrentar. O apego que temos com os bens materiais dificulta a nossa libertação da matéria e pode nos afastar dos pensamento em Deus.
  Mas, se bem usada, a riqueza pode sim ser um recurso de adiantamento moral e espiritual. Quando se entende que é preciso compartilhar com quem tem menos, quando nos afastamos da avareza e do egoísmo, quando agimos segundo as orientações de Jesus Cristo.
  Se a riqueza fosse apenas motivo de falhas nas provações, então o trabalho que a produz seria condenado e o homem retornaria a condição de selvagem. Mas a riqueza não é somente o mal, o mal não está no dinheiro, nem na matéria, o mal está em nós e em nossas atitudes de como manuseamos esses recursos.
  O homem dotado de boas finanças e que gera trabalho para muitas pessoas, age segundo a vontade de Deus, porém este mesmo homem é alvo fácil da tentação pela luxúria e pelos desejos da carne, sendo portanto testado mais rigorosamente. Lembremos que "a quem muito é dado, muito será cobrado".
  Comumente ouve-se alguém dizer: tenho pouco ou quase nada, por que outras pessoas possuem tanto?
  Tendo em vista a dificuldade das provações dos ricos, devemos compreender que o pobre é realmente abençoado, pois o pouco que ele conseguir compartilhar, valerá muito mais do que toda a fortuna do rico compartilhada. É muito mais difícil darmos o que não temos ou o que nos é essencial do que darmos o que temos de sobra.
  "Algumas pessoas são tão pobres que não possuem nada além de dinheiro!"
  Bem aventurados são os mansos e humildes, pois estes verão os reinos dos Céus.


Nenhum comentário:

Postar um comentário