quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Cascata de Luz


Hoje ao acordar me deparei com um pensamento: Quão maravilhoso é poder receber tantas oportunidades de Deus, como quem se posiciona sob uma cascata de luz!

Diariamente recebemos essas oportunidades e bençãos, elas existem mesmo que você não as esteja vendo. Se pararmos para observar ao nosso redor, são tantas coisas boas acontecendo, porém somente damos importância para as coisas ruins, pois elas são marcantes na memória.

A cascata de luz deveria nos chamar muito mais a atenção, pois o sorriso que nos dão logo ao acordar, o abraço que recebemos de quem nos ama, o olhar de carinho que vem para nos confortar são tão marcantes quanto qualquer maldade que se encontre no mundo.

Nós temos que treinar os nossos olhos para que eles vejam aquilo que nós queremos. Jesus mesmo nos mostrava que diante de irmãos possessos de espíritos trevosos, haviam pessoas boas que sofriam, diante de irmãos leprosos, aleijados, doentes, haviam pessoas que queriam carinho e atenção para alivio de suas dores. Mas quantos não olhavam para elas e somente viam desgraçados e infelizes, os repudiavam, os isolavam.

O cego, sentado a beira da estrada por onde o Cristo caminhava, ouviu a multidão que o seguia e pensou: este deve ser o filho de Deus que todos falam. Ao gritar seu nome e pedir por ajuda, a multidão mandava-o calar-se. Por que a multidão que seguia Jesus, com tantos exemplos de amor e caridade não ajudava o pobre cego a chegar ao Cristo?

Simples, muitos que vêem a cascata de luz e amor de Deus a desejam somente para si e esquecem de compartilhá-la.

O Cristo, ao ouvir o chamado vindo do pobre homem cego, pediu que o trouxessem a Ele e então o curou.

As bênçãos caem do céu sim, mas não porque pedimos e achamos sermos merecedores, elas caem do céu porque quanto menos você espera, há algo de bom acontecendo ao seu redor. Quando se está triste, encontramos alguém feliz para nos contagiar, quando se está doente, encontramos alguém disposto a nos ajudar, quando se está só, se procurarmos no vizinho, no amigo, no parente ou até no desconhecido na rua, encontramos alguém para conversar.

Quanta luz diariamente nos é concedida e quanta luz diariamente nós desperdiçamos?

Banha-te na cascata de luz e sinta a presença do Criador em cada acontecimento em sua vida, treina tuas vistas para ver as coisas boas somente e purifica o teu coração para que ele seja digno de receber o amor divino!

Nenhum comentário:

Postar um comentário