sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Pelo Amor ou Pela Dor?



Somente desperta para a vida aquele que sofre um impacto que lhe tira de seu comodismo diário. Deus nos chama todos os dias a segurar na mão do Cristo e a exercer o trabalho caridoso, mas a TV, o futebol, o videogame, a balada noturna, a ânsia de trabalhar mais e mais para se ganhar dinheiro nos desviam desse caminho, mas isso ocorre porque nós permitimos.

Quando o chamado vem pela primeira vez, ele vem pelo amor, quando vem pela segunda, pela terceira, pela quarta... vem pela dor. Mas por que isso?

A humanidade somente se dá conta de que é preciso haver um equilíbrio para tudo na vida justamente quando comete excessos.

É quando você exerce demais uma coisa que acaba sentindo falta de outra.

Há uma frase bem característica que representa isso: "O que vale mais é ter saúde para trabalhar ou ter que trabalhar para ter saúde?"

E quando aquele ente querido no qual convivíamos todos os dias mas nunca parávamos para lhe dizer "eu te amo", "gosto de você", "que bom que estás aqui", de repente vem a falecer. O pranto, o sofrimento pela ausência da pessoa querida vem de imediato e a cobrança de nossa consciência por não termos dito isso a tempo, por não termos aproveitado a presença dessa pessoa enquanto aqui ela estava.

Quantas vezes mais tu precisarás ser chacoalhado para entender que tens dado muita importância à vida material e se esquecido do crescimento espiritual?

O momento é agora, a oportunidade chegou, vai e pratica o bem, vai e vive a vida, vai e segue o caminho ensinado por Jesus e descobre que você nem sempre precisa sofrer para evoluir, pois se realmente quiser você poderá começar a evoluir agora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário