quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Fazer o Bem


  A verdadeira caridade é feita com amor, de coração, boa vontade e desprovida de interesse!

  Se a praticarmos esperando algum retorno, nos iludiremos e a decepção cairá sobre nós, ferindo nosso orgulho, pois é o orgulho quem nos move à necessidade de sermos reconhecidos por algo que fazemos.

  Quando a praticamos sem esperar retorno, ficaremos felizes e seremos tomados por um sentimento misto de alegria e paz, sendo isso mais do que um retorno, pois a alegria não se compra com dinheiro algum, muito menos a paz.

  Ora, se não podemos comprar alegria e paz, então devemos crer que elas são mais valiosas e raras do que qualquer bem material que exista, uma vez que somente as obtemos por meio da doação de nós mesmos em prol de um bem maior.

  Há quem diga: "puxa vida, não recebi nem um obrigado!". Quantas não foram as vezes que, você mesmo, por vontade própria ou por esquecimento também não falhou deixando de agradecer, de sorrir ou de retribuir algo? Não cobremos das pessoas mais do que elas são capazes de nos dar, mas procuremos vê-las com suas imperfeições e amá-las como elas são exatamente.

  Fazei o bem, doe amor e paz, ajude a tornar esse mundo um lugar melhor para se viver, hoje, agora e sempre!

  Obrigado Jesus!

Nenhum comentário:

Postar um comentário