segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Pedir, Querer e Merecer - A Prece como deve ser


  A prece é a conversa com Deus usando os mais puros sentimentos que o ser humano pode ter, clamando socorro, ofertando ajuda a outrem ou agradecendo por uma benção.

  Como toda comunicação, a prece precisa ser regida de forma a ser compreendida por Deus, não adianta em suas palavras dizer algo e no seu íntimo dizer outra coisa. Pedir ajuda e por dentro querer apenas levar vantagem não vai enganar a Deus, pois o Pai sabe o que se passa no seu íntimo.

  Se a intenção é pura, a prece é recebida com bons olhos e logo uma equipe espiritual é designada para o auxílio ao encarnado. Se a prece é egoísta, se visa atender aos caprichos daqueles que só querem se dar bem na vida, além da prece não chegar aos espíritos puros, tarefeiros de Jesus, ela pode ainda ser um chamariz para espíritos zombeteiros e inferiores, pois na prece nós emanamos as vibrações que geramos com a força da vontade e do pensamento.

  Orar não é brincar, orar é um ato sério e que precisa ser bem praticado. Deus está sempre disposto a nos ajudar, mas será que merecemos ser ajudados?

  Antes de pedir por ajuda, antes de pedir por uma benção na sua vida, o que você fez para ser merecedor dela?

  Se precisa trabalhar, você estudou para ao menos ter condições? Ainda na mesma questão sobre o trabalho, você aceitou trabalhos mais humildes para que pudesse se sustentar ou ainda age com orgulho aceitando somente os trabalhos que julga dignos para si?

  Se pede por saúde, você parou de beber e fumar? Tem comido frutas e verduras ou se empanturra de salgadinhos e frituras? Pratica esportes ou é um sedentário à frente da TV?

  Se quer um companheiro, alguém para se casar e viver toda a vida ao teu lado, você já procurou realmente aprender a amar? Não se esqueça que Jesus nos ensinou o verdadeiro amor, não o confunda com sexo, com apego, com o desejo físico de ter alguém ao teu lado, amor é doação, amor é incondicional, amor é sublime e eterno, puro e singelo e Jesus deu muitos exemplos.

  Antes de pedir, reflita sobre o que fez, o que poderia ter feito e se realmente precisa e merece, depois faça sua prece. Se fizer isso, verás que antes ia pedir, de repente decidiu agradecer porque descobriu que na verdade já tinha mais do que precisava e o que ia pedir era supérfluo, outras vezes verá que antes ia agradecer o que tem e de repente vai se ver comparado com outros que tanto precisam e então vai pedir por oportunidades de compartilhar.

  Isso é orar, é refletir sobre nossas atitudes e ter uma conversa franca com Deus, de coração para coração, transmitindo o verdadeiro amor que existe dentro de você.


Nenhum comentário:

Postar um comentário