sexta-feira, 22 de março de 2013

O simples ato um dia será um grande espetáculo


  Nada começa pelo fim, tudo se inicia no pequenino, no simples, no indicativo de como será, na prévia de como virá.

  Devemos observar que as pequenas exemplificações que a vida nos dá, são avisos do grandioso espetáculo que diante de nossos olhos surgirá.

  As vezes não damos a devida importância para esses avisos, por julgarmos serem simples e pequeninos demais, é então que quando a grande obra do Criador surge diante de nós, que nos mostramos despreparados.

  Já pensou se tudo o que nos acontece viesse como um caminhão com carga jogado no nosso colo? Todos desistiríamos no primeiro acontecimento. É por isso que primeiro surge uma amostra e depois vem o acontecimento.

  Isso vale tanto para as coisas boas, como também para as ruins. São os sinais divinos, alertas bem vindos, que precisam ser respeitados, observados e compreendidos.

  A tempestade não começa do nada, primeiro surgem pequenas nuvens, depois elas se aglomeram aos poucos no céus, o vento tende a ficar mais forte, o cheiro de terra molhada nos chama a atenção, as nuvens escurecem e avisam veemente que a tempestade está a ponto de cair, as primeiras gotas dão a última chamada para cada um se abrigar e aquele que ainda assim não observar todos esses pequenos sinais, uma tempestade poderá vir a enfrentar.

  Tende calma, olhai com atenção, os sinais vem para o teu bem, lhe mostram o futuro de forma a compreender o que vai acontecer, o porque e quando, cabe a você confiar nos sinais de Deus e se proteger das tormentas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário