terça-feira, 14 de maio de 2013

A Felicidade está mais perto do que você imagina!


  A consciência do ser humano independe de religião, independe de educação, independe de nacionalidade. Ela é única em cada um de nós, pois ninguém pode transferir sua consciência para o outro, no entanto ela tem algo em comum entre todos os humanos que é a existência dos mandamentos de Deus gravados no nosso subconsciente.

  Você já se perguntou por que você repudia uma determinada ação mesmo sem nunca terem lhe dito que aquilo é errado?

  Isso se deve ao fato de que Deus criou o espírito com os mandamentos embutidos nele. Sabemos que é errado matar, roubar, cometer adultério, falar mal de alguém entre outros erros comuns na nossa sociedade, mas não é porque temos essa consciência que não iremos cometer esses erros.

  A consciência é o seu alarme, o seu alerta. Ela não lhe impede de puxar o gatilho, mas lhe faz lembrar naquele exato instante de que haverão consequências sérias para a sua atitude. E mesmo após o ato, ela irá lhe cobrar, porque lhe avisou e você não quis ouvi-la.

  Visando o melhor para cada um de nós, Deus nos presenteou com a consciência, uma companheira de respeito, de admiração e de conversa. Quando meditamos, nos ligamos diretamente à ela. Quando silenciamos nossa voz agitada do dia à dia, entramos em comunhão com o nosso "eu" interior.

  Quando dizemos que a felicidade existe em nós, é justamente porque se ouvirmos os conselhos da consciência, estaremos ouvindo os ensinamentos de Deus e portanto, fazendo o que é bom aos olhos do Criador.

  Não adianta buscar a felicidade nas coisas materiais, pois ela é ilusória e passageira. A felicidade está dentro de nós, pois ficamos felizes quando fazemos o que é bom, quando andamos no caminho dos retos e dos justos, quando podemos deitar a cabeça sobre o travesseiro e ter uma noite de sono tranquila, sem que a consciência nos acuse do mal praticado durante o dia.

  Feliz é aquele que descobre a felicidade dentro de si, pois foi lá que Deus decidiu residir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário