sexta-feira, 12 de julho de 2013

Palestra: O Espiritismo, a Bíblia e as Religiões


Vídeo disponível no link Vídeo_93

Trecho editado da palestra "O Espiritismo, a Bíblia e as Religiões" apresentada por Clóvis Nunes no I SIMESPE (Simpósio de Estudos e Práticas Espíritas em Pernambuco - www.simespe.blogspot.com -- Jun.2006) promovido pelo Grupo Espírita Seara de Deus.

Clóvis Sousa Nunes é professor, projetista técnico, parapsicólogo, pesquisador de fenômenos paranormais, escritor e conferencista espírita, especialista em Transcomunicação Instrumental. Membro da Sociedade Suíça de Parapsicologia em Zurique; Membro da Metascience Foundation Inc. em Miami, EUA; Membro-representante, no Brasil, do CELT - Círculo de Transcomunicação em Luxemburgo - Europa. Autor de conferências proferidas na maioria dos estados brasileiros e no exterior. Consultor de programas sobre assuntos paranormais da Rede Globo de Televisão, tendo sido entrevistado mais de 50 vezes em diversos programas de TV como Fantástico, Globo Repórter, Sem Censura, Jô Soares, etc. Concedeu também mais de 400 entrevistas sobre paranormalidade em jornais, revistas e rádios do Brasil e exterior.

Não é só um insistente e persistente "Dom Quixote" que, ao combater o Espiritismo, tem contribuído para o interesse de muitos em conhecer a Doutrina Espírita.

Nos dias de hoje todos os tipos de mídia (TV, rádio, jornal, revista, cinema, Internet, etc.) vem fornecendo, cada vez mais, uma enorme quantidade de mensagens e informações através de notórios comunicadores, entrevistas e declarações valiosas para a divulgação honesta e desinteressada ($$$) sobre o Espiritismo.

Surgem a cada dia, cidadãos de todas as camadas de nível cultural diferente fazendo indagações ou desejando esclarecimento de algo para dissipar dúvidas ou curiosidades.

É o dever de quem conhece ou domina o assunto prestar ajuda, mas acima de tudo é importante encaminhar ou aconselhar a procura de um grupo de estudos ou Centro Espírita que hoje constitui milhares de núcleos em todo o Brasil.


Portal do Espírito
Resumo da Lei dos Fenômenos Espíritas
www.espirito.org

As pessoas alheias ao Espiritismo, não lhe compreendendo nem os objetivos nem os fins, dele fazem, quase sempre, uma idéia, completamente falsa. O que lhes falta, sobretudo, é o conhecimento do princípio, a chave primeira dos fenômenos; à falta disso, o que vêem e o que ouvem é sem proveito e mesmo sem interesse para elas. A experiência tem demonstrado que apenas a visão ou o relato dos fenômenos não bastam para convencer. Aquele mesmo que é testemunha de fatos capazes de confundir, fica mais espantado do que convencido; quanto mais o efeito parece extraordinário, mais dele se suspeita. Somente um estudo prévio sério pode conduzir à convicção; freqüentemente, basta para mudar inteiramente o curso das idéias. Em todos os casos, é indispensável (o estudo) para compreensão dos mais simples fenômenos. À falta de uma instrução completa, um resumo (*) sucinto da lei que rege as manifestações bastará para fazer considerar as coisas sob seu verdadeiro aspecto, para as pessoas que nela ainda não estão iniciadas. É o primeiro passo que damos na pequena instrução adiante.

(*) fala-se aqui do pequeno livro "O que é o Espiritismo", de Allan Kardec, que pode ser encontrado gratuitamente em diversos endereços na Internet, e cujo texto também pode ser encontrado no endereço
http://www.espirito.org.br/portal/cod...


I -- Dos Espíritos

1. O Espiritismo é, ao mesmo tempo, uma ciência de observação e uma doutrina filosófica. Como ciência prática, consiste nas relações que se podem estabelecer com os Espíritos; como filosofia, compreende todas as conseqüências morais que decorrem dessas relações.

2. Os Espíritos não são, como freqüentemente se imagina, seres à parte na criação; são as almas daqueles que viveram sobre a Terra ou em outros mundos. As almas ou Espíritos são, pois, uma única e mesma coisa; de onde se segue que quem crê na existência da alma crê, por isso mesmo, na dos Espíritos. Negar os Espíritos seria negar a alma.

3. Geralmente, se faz uma idéia muito falsa do estado dos Espíritos; eles não são, como alguns o crêem, seres vagos e indefinidos, nem chamas como os fogos fátuos, nem fantasmas como nos contos de assombração. São seres semelhantes a nós, tendo um corpo igual ao nosso, mas fluídico e invisível no estado normal.

Fonte: www.youtube.com

Um comentário:

  1. Muito bom post amigo!
    A doutrina tem sido objeto de estudos pois apresenta aspectos que a ciência busca compreender e caminha a largos passos neste sentido, que comprova já uma série de fenômenos. Há por outro lado ,ainda, um entendimento errôneo da doutrina principalmente de outras fés, e nestes casos as descabidas acusações são na realidade projetadas pelo completo desconhecimento do que rege o espiritismo.
    Parabéns pelo post, abraços, Flavia.

    ResponderExcluir