quinta-feira, 19 de setembro de 2013

E no 3º dia Ele voltou como prometera...


  Muitas pessoas até hoje não compreendem o motivo de Jesus ter aparecido primeiro para Maria Madalena, mulher considerada impura naquela época por causa de suas relações sexuais com vários homens do poder de Roma.

  Fato é que não se podia compreender o que se passava com aquela mulher sem que se pudesse estar na sua própria pele, não sendo justo efetuar julgamentos e muito menos condená-la pelo seu passado.

  Maria Madalena havia buscado no prazer uma forma de encontrar o amor, pois não o conhecia em sua forma pura e sublime. Tanto é que não importava com qual homem se deitava, nenhum saciava a sua busca por amor, pois as relações eram vazias, representavam apenas o calor do momento.

  O que ela queria é o que toda a humanidade também buscava e somente encontrou quando ouviu falar sobre um certo Messias que pelas redondezas caminhava, trazendo a palavra de Deus em seu coração e em suas atitudes de amor para com o próximo.

  Jesus, quando teve a oportunidade de conhecer Maria Madalena, não a descriminou por seu passado, mas ao contrário, a recebeu de braços abertos e lhe convidou a seguir seus ensinamentos e exemplos, como oportunidade de mudança e também de encontrar o que ela tanto buscava, o amor sublime.

  A aparição do Cristo à Maria Madalena após o triste acontecimento no Calvário, foi grandiosa oportunidade para que todo o mundo e inclusive os apóstolos deixassem o orgulho de lado e aprendessem valiosa lição de humildade. O Cristo ressuscitou e apareceu pela primeira vez para ela, uma mulher de passado questionável, mas de presente louvável, pois ela havia se regenerado. O Cristo, deu-nos a lição de que veio para amar a todos, não somente aqueles que o seguiam desde o início de seus ensinamentos.

  Desde o pequenino até o maior de todos, todos são ovelhas de um só pastor, o governador da Terra, Jesus que é todo amor e bondade.

  Não desprezemos os que tiveram um passado ruim, mas acolhamos estas pessoas em nossas vidas, fazendo o que Jesus fez, doando amor e convidando-as às mudanças que o evangelho nos ensina. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário