quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Deixe a semente germinar.


  Na parábola do semeador, temos a exemplificação de muitos casos que ocorrem hoje conosco. Vários tipos de terrenos que representam os diversos corações da humanidade.

  No primeiro, encontramos as sementes que caem pelo caminho e que os pássaros do céu comem, impedindo que germinem. São os corações que mesmo quando recebem as orientações do Cristo, a negam, não permitem que se instalem no seu íntimo e logo recebem um espírito mal intencionado que as remove de vez, dando sempre o direcionamento ao desejo das coisas materiais.

  No segundo, a semente cai em meio as rochas, chega até a germinar, mas não consegue fincar a raiz e logo é queimada pelo sol. Neste caso simples de se compreender, é aquele que ouve mas não presta atenção, como se a mensagem de Jesus não fosse para ele, logo não cria raízes no coração e não sobrevive, apagando-se da memória tão necessitada de bons exemplos.

  No terceiro caso, a semente está entre espinheiros e ao germinar e crescer é sufocada pelos espinhos, vindo a não progredir, a não dar bons frutos. É aquele coração que escuta a lição, mas não a consegue aplicar em sua vida porque está rodeado das tentações materiais deste mundo e acaba se perdendo no caminho. Sua consciência é até reta, lhe cobra a boa conduta, mas suas ações nem sempre condizem com o respeito ao próximo.

  No último dos casos, a semente germina e pode dar várias porcentagens de produtividade. Uns casos atingem 100%, outros 60% e outros 30%. Isso refere-se aos que escutam e praticam os bons ensinamentos de Jesus. Se você chegar aos 30% de aplicação, saiba que já está ótimo, pois houve progresso, houve boa vontade tua em fazer o bem. Se puder atingir um dia os 60%, melhor ainda, pois mais da metade de teu tempo é dedicado ao amor ao próximo. Se um dia chegarmos ao 100%, eis ai a condição de espírito puro, dificílima de atingirmos aqui na Terra, mas nunca impossível. Esforce-mo-nos sempre na prática do bem maior, sem interesse algum, recebendo as orientações do Evangelho e sempre nos perguntando sobre o que Jesus faria em cada situação se estivesse em nosso lugar.

  Sejamos todos os que preparam o coração para o bom plantio da semente, pois hoje necessitamos desta semente de amor, mas amanhã nós é que seremos os semeadores dela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário