sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

O direito de ser diferente.


  Já pensou se todo mundo fosse igual? Acho que a vida seria muito sem sal.

  O que nos faz únicos é justamente a individualidade de pensamentos, formas, cores, cheiros, gestos... Somos cada um, uma centelha divina, mas com qualidades diversas que nos dão a identidade real do ser.

  Esse é um direito que temos, que nos foi concedido desde a criação do nosso espírito, o direito de sermos diferentes.

  Tantas pessoas ainda se preocupam em julgar o próximo, querem que ele seja semelhante a elas, mas isso não é possível. O preconceito pelos que são diferentes gera sentimentos ainda piores como a raiva, a inveja, o medo e a solidão. Por que excluímos aqueles que pensam diferente, que agem diferente, que vivem diferente? Quem somos nós para julgá-los?

  Neste momento em que a vida nos permite aprender mais devido a tantos avanços da tecnologia, parece que fazemos o favor de nos mantermos de mente fechada. Tantos casos de racismo, tantos atos homofóbicos, tanta ignorância e violência prejudicial para o nosso próprio espírito.

  Quando oramos o "Pai nosso", temos que lembrar que se o "Pai" é "nosso", então somos todos irmãos! Se somos irmãos, temos que nos conhecer melhor, aprender a nos amarmos, aprender a vivermos em paz.

  Se hoje você se encaixa no perfil daqueles que são contra certos gostos, culturas, raças (cor da pele) ou opções sexuais, então comece a refletir sobre isso. Que tal ao invés de ser contra, você possa começar a dar a si mesmo a oportunidade de conhecer melhor o seu próximo e, quem sabe, aprender a amá-lo e a respeitá-lo como ele é?

  Lembremos sempre de que o espírito despido do corpo físico não terá mais credo, nem raça, nem sexo e é ai que o arrependimento surge naqueles que agiram na ignorância do preconceito.

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

A Série Psicológica de Joanna de Ângelis - Módulo 15 - Aula 3 - A Busca por Sentido


  Seguimos com a 3ª aula do 15º módulo do curso oferecido por Cláudio Sinoti e Iris Sinoti.

  O tema deste módulo é "O Sentido da Vida".

  Esse vídeo está disponível no youtube e este blog está apenas compartilhando-o afim de reunir num só lugar todas as vídeo-aulas, facilitando assim o estudo desta maravilhosa obra.

  O menu contendo todos os vídeos já publicados fica do lado direito do blog, no banner "Estudo online da doutrina Espírita" ou você pode acessá-lo neste link aqui: estudos.


Fonte: TVCEI

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Preocupações financeiras.


  O preço subiu, o salário não. O povo brasileiro vive hoje um pesadelo repetido, algo que já conheceu no passado e que o assusta e muito, a inflação está de volta, ainda não em níveis tão altos como um dia já chegou, mas convenhamos que está tirando o sono de muitos pais de família.

  Este texto não é uma crítica ao governo, pois não é o propósito do blog Serena Luz, mas é uma reflexão sobre o momento. Quem tinha muito guardado, logo pode não ter nada mais. Assim é a inflação que nos faz perder tudo aquilo que acumulamos com o suor de nosso trabalho, ela desvaloriza o dinheiro e nos empobrece.

  Hoje vi no jornal pela manhã que o povo já está colocando a inflação como um motivo de preocupação maior do que a violência. Que exagero, não se pode nem comparar uma coisa com a outra. Mas é chegada a hora de aprendermos valiosa lição!

  É em momentos assim que lembramos que um certo homem humilde e simples no falar dizia-nos: não acumuleis tesouros na Terra, onde as traças e a ferrugem corroem e os ladrões escavam e roubam!

  E não é que Ele estava certo! Mas é fato que nós nos preocupamos com o futuro, queremos garantir o conforto de nossa família, queremos segurança pois ninguém conhece o amanhã, senão Deus.

  O momento em que perdemos o que tanto conquistamos é uma provação, sim, é uma forma de Deus nos ensinar a não supervalorizarmos o que é material e ao mesmo tempo nos ensina a termos fé, afim de que saibamos confiar na providência divina que nos auxiliará mediante o nosso esforço.

  Se você trabalha honestamente, mesmo que pareça que a situação financeira vai por ralo abaixo, lembra-te de que Deus conhece o teu coração e não te deixará faltar o necessário. Faça a sua parte e siga trabalhando, se preciso for, descarte o supérfluo, mas jamais deixe dormir em paz, sentindo-se perturbado pelo dia de amanhã. Confia sempre, pois após a tempestade, surge o sol, vem a calmaria e a alegria retornará.

  Todos já passamos ou ainda passaremos por provações assim, mas cabe a cada um de nós aprendermos a enfrentá-las e superá-las da melhor forma possível. O que não nos faltam são ensinamentos deixados por Jesus afim de que possamos corrigir-nos a tempo de vencermos nossas próprias limitações.

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

A Série Psicológica de Joanna de Ângelis - Módulo 15 - Aula 2 - A Morte e o seu Temor


  Seguimos com a 2ª aula do 15º módulo do curso oferecido por Cláudio Sinoti e Iris Sinoti.

  O tema deste módulo é "O Sentido da Vida".

  Esse vídeo está disponível no youtube e este blog está apenas compartilhando-o afim de reunir num só lugar todas as vídeo-aulas, facilitando assim o estudo desta maravilhosa obra.

  O menu contendo todos os vídeos já publicados fica do lado direito do blog, no banner "Estudo online da doutrina Espírita" ou você pode acessá-lo neste link aqui: estudos.


Fonte: TVCEI

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

A Série Psicológica de Joanna de Ângelis - Módulo 15 - Aula 1 - O Sentido da Vida


  Iniciamos o 15º módulo do curso oferecido por Cláudio Sinoti e Iris Sinoti.

  O tema deste módulo é "O Sentido da Vida".

  Esse vídeo está disponível no youtube e este blog está apenas compartilhando-o afim de reunir num só lugar todas as vídeo-aulas, facilitando assim o estudo desta maravilhosa obra.

  O menu contendo todos os vídeos já publicados fica do lado direito do blog, no banner "Estudo online da doutrina Espírita" ou você pode acessá-lo neste link aqui: estudos.


Fonte: TVCEI

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Um convite à elevação da fé.


  A sensibilidade do espírito como ser vivente que é, demonstra claramente sua escala evolutiva e o quanto já percorreu desde sua criação. Quanto mais sensível for, mais capaz de perceber a existência de Deus o espírito é.

  Na atual condição em que a humanidade se encontra, temos todas as ferramentas para essa percepção apurada do amor incondicional ao nosso redor, até mesmo em nós, porém estamos relutando em compreender e aceitar que Deus está aqui, em todo lugar.

  Se dedicarmos alguns minutos de silêncio, limparmos a mente de todo e qualquer pensamento, vibrarmos o espírito na frequência do amor, poderemos ouvir a voz dos pássaros que cantam alegres, poderemos sentir a brisa suave que traz o perfume das flores, poderemos ver o céu azul-celeste que se exibe na imensidão graças a luz bendita do astro rei de nossa galáxia, o sol, poderemos sentir a textura suave e aveludada da pétala de rosa que supera a mais pura seda confeccionada pelo homem.

  Quando encaramos os momentos de seca, calor intenso, frio congelante, epidemias ou pandemias de vírus mortais, estamos na verdade recebendo um convite para o exercício da fé. A confiança na providência divina é essencial para a superação de qualquer prova. Isso não nos impede de lutarmos contra as condições adversas à manutenção da vida, até porque somos uma consciência que foi instruída para a preservação da vida de forma instintiva, porém, o que quero dizer é que não precisamos reclamar.

  Dizer que o calor está de matar, que eu não aguento mais esse frio, que essa dor é um martírio insuportável, além de não ser a solução e muito menos o alívio da prova, mostra-nos que sabemos reclamar mas não sabemos confiar em Deus. Quando foi mesmo que Jesus ficou reclamando do sol escaldante que enfrento enquanto carregava a cruz de sua punição? Ou quando foi que Paulo de Tarso choramingou quando sua visão faltou para que compreendesse a sua cegueira espiritual? Certo é que todo homem pode ser sensível, pode aprender a sentir além de sua casca corporal, pode encontrar a beleza até na pior das situações, pode compreender o amor de Deus na depuração da alma encharcada pela mancha escura dos erros do passado.

  Muito se tem dito sobre a chegada de uma nova era e da mudança para um mundo de regeneração. Enquanto muitos ainda esperam por esse milagre, em verdade vos digo que isso já está acontecendo desde o século passado, mas nós não fomos sensíveis o bastante para o percebermos. A regeneração do mundo está em andamento e não tem uma data exata para terminar, sabe por quê? Por que não adianta a Terra se tornar melhor se o homem ainda não é bom o bastante para nela viver.

  Despertemos agora para o espírito necessitado de amor que há dentro de nossos corpos. Busquemos nos conhecer e nos sentir, aliviando nossas dores mais íntimas, despertando para a luz diária que nos acaricia, compreendendo que tudo depende de nós e que quando nos faltar a condição para superarmos algo, é o momento de elevarmos a fé. É o momento de aceitarmos a vontade de Deus com resignação e então, superando a provação, seremos livres para alçarmos vôos mais longos, pois teremos conhecido quem somos, teremos identificado a presença de Deus em nós e teremos descoberto um futuro promissor para que a regeneração se faça completa.

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Aprendendo a aprender.


  No decorrer da vida física, o ser é levado ao encontro de diversas leis. Adquire, por experiência, o conhecimento de que necessita para viver. Mas como todos nós somos insaciáveis na busca do saber, eis que adentramos o desconhecido, buscamos compreender o incompreensível, por vezes nos perdemos no emaranhado de informações.

  O aprendizado faz parte da evolução e saber aprender é essencial para um aprendizado mais rápido e mais eficiente. Mas então, como posso aprender a aprender?

  Já observou como as informações do passado repercutem de forma bem diferente na atualidade? Já reparou que quando diziam que a Terra era redonda, a intolerância e incompreensão causavam a morte na fogueira, mas hoje isso é tão banal como é dizer que uma bola é redonda? Temos aqui um grande exemplo de como devemos aprender.

  Tudo o que se escreve ou que se fala possui sempre um lado positivo e um lado negativo, ou seja, um lado facilmente compreendido para as condições da época e um lado obscuro ao entendimento atual. Logo, podemos entender o seguinte: se uma informação transmitida a você lhe é benéfica, absorva-a e aplique-a de forma a evoluir e ser uma pessoa melhor, mas se a informação não lhe faz bem nesse instante ou você não consegue entendê-la agora, não jogue-a fora, mas deixe-a de lado um pouco, talvez até por alguns anos. Isso porque nós amadurecemos, a ciência evolui e traz novas explicações, o mundo continua girando e tudo segue o seu curso, logo aquilo que momentaneamente não somos capazes de compreender agora, pode ser facilmente compreendido no futuro próximo.

  É fato que aqueles que condenavam a morte a pessoa que dizia ser a Terra redonda, se fossem mais tolerantes e apenas descartassem a informação por não a compreenderem, teriam menos sofrimento sobre as decisões tomadas no passado, pois pouco tempo depois já fora possível comprovar que realmente um planeta não é quadrado. E nós não somos intolerantes assim?

  Quando alguém diz algo, nosso orgulho logo dispara e quer contradizer, nossa hipocrisia logo solta um sorriso irônico e faz a pessoa se sentir humilhada. Quanto sofrimento poderíamos evitar se agíssemos com cautela, ouvindo mais e falando menos, selecionando o que nos faz bem agora e guardando de lado o que não compreendemos ainda. Poderíamos até mesmo nos privarmos do vexame, pois quando agimos com orgulho impondo a nossa crença como sendo a única verdade, corremos sério risco de termos algum descobrimento da ciência que comprove que estávamos errados. Ora, como ficamos depois que percebemos que tudo aquilo em que críamos era uma mentira ou uma interpretação errônea de algo? Ficamos com cara de tacho!

  Se formos humildes, buscaremos sempre na mensagem dita ou escrita o sentimento ali depositado e não a palavra em si. É preciso ver com os olhos do coração mais do que com os olhos físicos. Paulo de Tarso já dizia: a palavra mata, o espírito vivifica.

  Isso se aplica a tudo, pois a humildade precisa ser exercitada em todos os caminhos, em todas as oportunidades, a todo instante.

  Já dizia um sábio mestre: Tens olhos de ver, mas não vêem, tens ouvidos de ouvir, mas não ouvem. Será que é porque não sabemos ver e ouvir? Que tal meditarmos antes de criticarmos?

  Pensem com carinho!

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

A Série Psicológica de Joanna de Ângelis - Módulo 14 - Aula 3 - Crise e Crescimento Pessoal


  Seguimos com a 3ª aula do 14º módulo do curso oferecido por Cláudio Sinoti e Iris Sinoti.

  O tema deste módulo é "Crises Existenciais e da Era Moderna".

  Esse vídeo está disponível no youtube e este blog está apenas compartilhando-o afim de reunir num só lugar todas as vídeo-aulas, facilitando assim o estudo desta maravilhosa obra.

  O menu contendo todos os vídeos já publicados fica do lado direito do blog, no banner "Estudo online da doutrina Espírita" ou você pode acessá-lo neste link aqui: estudos.


Fonte: TVCEI

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

A revolta dificulta o caminhar.


  Se a dor chega a te afligir,
não permita que a revolta se instale,
pois além da dor não regredir,
gastará energia com algo que não vale.

  Concentra teus pensamentos no bem,
confia e espera em silêncio,
não há mal que não seja também,
tal como a limpeza da floresta pelo incêndio.

  O teu corpo já está cansado desta luta,
não acumule ainda mais problemas,
o pensamento que ultrapassa a lua,
atrai companhias e muitas tormentas.

  Há sempre uma lição que podemos retirar,
não importa o quão difícil venha a ser,
o bem existe em todo lugar,
basta você querer realmente ver.

  Quantos males poderíamos evitar,
se tivéssemos prestado mais atenção,
nos passos que viemos a dar,
nas escolhas que fizemos de antemão.

  É verdade que nem sempre nos surge a causa,
isso porque pode não ser nesta encarnação,
o fato é que foi preciso fazer uma pausa,
na caminhada em busca da regeneração.

  Cedo ou tarde a verdade é revelada,
creias tu ou não num Deus de amor,
a justiça a todos nós é aplicada,
de acordo com a lei de ação e reação do Senhor.

  Se houver mérito e você acreditar,
é possível sim que chegue a cura,
peça sempre que se venha a realizar,
a vontade de Deus acima da tua.

  Reaja com boa vontade,
eleve os teus pensamentos,
Deus é todo bondade,
não nos abandona nos sofrimentos.

  Mais fácil fica sem a revolta,
de lutarmos pela nossa recuperação,
a resignação de repente solta,
um sussurro de alívio e superação.

  O homem orgulhoso um dia cede,
quando compreende que há alguém mais forte,
na doença, se ajoelha e pede,
que Deus então lance a sua sorte.

  Em resposta o Pai lhe dirá,
meu filho, que fizestes de tua vida?
Quantas oportunidades mais perderá,
de fazer o bem antes de tua partida?

  O momento de repensar é agora,
e a revolta só te desvia,
observa e não deixa ir embora,
a oportunidade de fazer o bem neste dia.

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

A Série Psicológica de Joanna de Ângelis - Módulo 14 - Aula 2 - O Vazio Existencial


  Seguimos com a 2ª aula do 14º módulo do curso oferecido por Cláudio Sinoti e Iris Sinoti.

  O tema deste módulo é "Crises Existenciais e da Era Moderna".

  Esse vídeo está disponível no youtube e este blog está apenas compartilhando-o afim de reunir num só lugar todas as vídeo-aulas, facilitando assim o estudo desta maravilhosa obra.

  O menu contendo todos os vídeos já publicados fica do lado direito do blog, no banner "Estudo online da doutrina Espírita" ou você pode acessá-lo neste link aqui: estudos.


Fonte: TVCEI

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

A perfeição é meta, mas ainda está distante!


  Desde que o ser humano teve contato com os grandes profetas do passado, inclusive o maior deles que foi o mestre Jesus, sabe-se que Deus é infinitamente bom, infinitamente poderoso, infinitamente amor e justiça e portanto é perfeito.

  Porém, entendemos que nossa capacidade atual de conhecimento e de uso do cérebro é muito limitada pra a compreensão de algumas coisas e dentre elas está o termo perfeição. O que para uns é suficiente para ser perfeito, para outros pode ser só o começo.

  É fato que nascemos para progredirmos, nos tornarmos pessoas melhores a cada dia e isso é exatamente sobre essa questão: a corrida pela perfeição.

  Há, por vezes, certas cobranças exageradas. Falhamos e logo nos criticamos, acusamo-nos de incapazes, incompetentes, criando em nós uma atmosfera prejudicial. Calma, tudo tem o seu tempo e a melhoria do espírito deve ser contínua, progressiva, mas degrau por degrau. Não se cobre tanto, apenas faça o seu melhor dentro das tuas limitações, dentro da tua atual capacidade.

  Já é um grande passo quando o homem decide parar de beber, quando a mulher decide parar de fumar, quando a criança desperta para a solidariedade, quando o idoso descobre que pode ser feliz mesmo na idade mais delicada da sua saúde.

  E como é bom quando melhoramos em algo. Vemos o resultado saltar as nossas vistas, as pessoas com quem convivemos se espantam por vezes e recebemos isso como um incentivo para prosseguirmos caminhando e evoluindo cada vez mais.

  A perfeição não é deste tempo, não é deste lugar, mas a busca por ela é. Caminhemos juntos, dando as mãos e ajudando uns aos outros a se tornarem pessoas melhores. Busquemos consolar mais do que ser consolados, amar mais do que ser amados, sorrir mais, abraçar mais, ouvir mais do que falar. Logo os efeitos de tal esforço surtirão e os frutos da semeadura no caminho do bem resultarão em muitas coisas boas para o futuro, nem sempre nesta caminhada, talvez noutra aproveitada pela eternidade do nosso espírito.

  Jesus perdoava a todos porque sabia que o momento de nos corrigirmos e mudarmos as atitudes e pensamentos é o "agora". Não se preocupe com o passado, com os erros já cometidos, mas aprende as lições positivas que tais situações lhe trouxeram e segue a partir de agora fazendo o bem em prol de todos com quem você convive diariamente.

  A perfeição é apenas um parâmetro que nos faz olhar mais longe para que compreendamos que ainda precisamos nos auto-conhecer, eliminar as imperfeições e ser sempre úteis para que a vida nos abençoe com as oportunidades de semearmos o bem maior.

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Um projeto de tocar o coração!


  O vídeo abaixo traz uma história comovente, mas feliz, feliz porque uma criança tomou uma atitude que pode inspirar muitos de nós a ajudarmos a construir um mundo melhor.
  Se cada um de nós divulgasse, ajudasse ou criasse sua própria iniciativa caridosa, acredito que facilmente a pobreza e a miséria seriam eliminadas de nossa pátria. É sempre possível fazermos o bem, cada um pode encontrar uma forma simples de fazê-lo, para isso basta termos vontade!

Quem estiver interessado em conhecer mais sobre o projeto desta ong pode até doar algo ou ser voluntário, bastando visitar o site deles em Olhar de Bia.

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

A Série Psicológica de Joanna de Ângelis - Módulo 14 - Aula 1 - Crises da Era Moderna


  Iniciamos o 14º módulo do curso oferecido por Cláudio Sinoti e Iris Sinoti.

  O tema deste módulo é "Crises Existenciais e da Era Moderna".

  Esse vídeo está disponível no youtube e este blog está apenas compartilhando-o afim de reunir num só lugar todas as vídeo-aulas, facilitando assim o estudo desta maravilhosa obra.

  O menu contendo todos os vídeos já publicados fica do lado direito do blog, no banner "Estudo online da doutrina Espírita" ou você pode acessá-lo neste link aqui: estudos.


Fonte: TVCEI

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Sentimento


  Amados irmãos, o tempo é um bem muito precioso e quero aproveitar para falarmos sobre o SENTIMENTO.

  O sentimento é a chave de todas as portas; é ele que gera ou cria todas as outras coisas.

  O que sentimos é refletido no que somos, no que falamos e no que pensamos.

  Há sentimentos que geram dor e sofrimento, mas há também sentimentos que geram alegria e harmonia.

  Limpe seus sentimentos se eles estiverem adoecendo o teu corpo e tua mente.

  Aprendemos com o mestre Jesus que sentimento de amor gera alegria e satisfação. Sentimento de alegria gera amizade e perdão. Sentimento de aceitação gera crescimento e união. Sentimento de proteção gera carinho e obediência. Sentimento de confiança gera fé e compreensão. Sentimento de caridade gera cura e ascensão. Sentimento de respeito gera lindas revelações!!!!!

  Neste ano que se inicia, reveja seus sentimentos, Jesus afirma: A tua FÉ te curou! A fé é um sentimento que te leva a crer em algo melhor. Você é fruto de um sentimento Divino: o amor! Não permita ter nenhum tipo de sentimento que não te faça feliz, por isso: sinta alegria! Sinta harmonia! Sinta união! Sinta fé. E você será Paz! E você será Saúde! E você será União! E você conseguirá assumir o verdadeiro EU SOU!

  O sentimento EU SOU  é a maior manifestação de autoconhecimento, é o direito que você tem de reconhecer que DEUS está em você e você está em DEUS.

  Eu sou é o sentimento de afirmação que transcende toda barreira física e nos conecta com o verdadeiro DEUS PAI CRIADOR. Sentir-se EU SOU é transmutar todo o mal, toda a doença, toda a pobreza e toda a ignorância. Afirmar EU SOU é afirmar, sou feliz, sou amado, pois se sou, sou poder, sou verdade, sou a manifestação do maior sentimento de DEUS.

  Porque fomos criados para sermos amados! A partir de agora, minha querida alma sempre repita: EU SOU! Por que SOU filho do CRIADOR.

Psicografia do espírito Rafa de Santa Fé.

sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

Apocalipse.


  Numa ilha bem deserta,
foi atirado nosso irmão,
quando de um sonho ele desperta,
recebendo grande revelação.

  O apóstolo João,
se depara com 7 castiçais,
que surgiram na visão,
representando espíritos ancestrais.

  Um deles lhe lembrava,
o filho do nosso Criador,
Jesus Cristo ele aparentava,
pois brilhava com esplendor.

  Muita coisa lhe foi dita,
revelou-se o futuro da humanidade,
por meio da espiritualidade erudita,
descobriu-se toda a verdade.

  As ilustrações eram difíceis,
relacionadas ao conhecimento da época,
muito sofrimento seríamos passíveis,
estaria a humanidade réproba?

  Chamado pelo nome de Apocalipse,
tudo era apenas revelação,
pois saímos de um grande eclipse,
compreendendo que haverá uma regeneração.

  Uma mudança maravilhosa,
que surgiu em forma de previsão,
não é pena eterna, nem condenação pecaminosa,
é que deixaremos de ser um mundo de expiação.

  Toda mudança requer aceitação,
a revolta não nos ajudará,
precisamos vigiar e buscar na oração,
a fé em Deus que nos guiará.

  Tivemos o momento da criação,
onde a vida surgiu simples e ignorante,
a inteligência desenvolvemos então,
nos tornando uma sociedade itinerante.

  Ao viajarmos descobrimos novas terras,
o orgulho da descoberta se aguçou,
nos achamos donos de lindas pedras,
a batalha sangrenta se desencadeou.

  Com o tempo fomos evoluindo,
o desejo então nos levou,
pelas correntes do oceano fomos fluindo,
e novas terras o viajor encontrou.

  Foi então que o comércio veio,
junto dele a troca de especiarias,
a ganância surgiu no seio,
da sociedade envolta em pratarias.

  Eis que chegamos na atualidade,
parte importante desta revelação,
pois agora passa a humanidade,
por sinais geológicos de alteração.

  O eixo da Terra se move,
o sol torna-se agressivo,
o mar a terra engole,
deixando o homem muito apreensivo.

  São mudanças necessárias na vida,
para espíritos rebeldes que ainda somos,
numa observação bem nítida,
de quem um dia fomos.

  O mundo não vai acabar,
haverá uma grande transformação,
pois é necessário nos separar,
somente os bons a Terra herdarão.

Vocabulário:
Esplendor = Brilho (de luz), fulgência, resplandecência.
Erudito =Que tem instrução vasta e variada, que revela muito saber. Homem muito sabedor.
Passível = Sujeito a sensações de sofrimento, de alegria.
Réprobro = Banido da sociedade; detestado, odiado. 2 Malvado. Condenado por Deus às penas eternas.
Expiação = Sofrimento de pena ou castigo imposto a delinquente.
Itinerante = Que jornadeia de lugar para lugar.
Viajor = Aquele que viaja; viajante.
Seio = Meio.